Real Time Web Analytics

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Mês da transformação


Um dia, em uma árvore havia um casulo. Um homem sentou e observou que naquele casulo havia  uma borboleta que por várias horas se esforçava para fazer com que seu corpo passasse através daquele pequeno buraco.
   Em certo momento pareceu que ela parou de fazer qualquer progresso. Parecia que ela tinha ido o mais longe que podia, e não conseguia ir mais além. Então o homem decidiu ajudar a borboleta, ele pegou uma tesoura e cortou o restante do casulo. A borboleta então saiu facilmente. Mas seu corpo estava murcho e era pequeno e tinha as asas amassadas.
   O homem continuou a observar a borboleta porque ele esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e esticassem para serem capazes de suportar o corpo. Nada aconteceu. Na verdade, a borboleta passou o resto da sua vida rastejando com um corpo murcho e asas encolhidas. Ela nunca foi capaz de voar. O que o homem, em sua gentileza e vontade de ajudar, não compreendia era que o casulo apertado e o esforço necessário à borboleta para passar através da pequena abertura era o modo com que Deus fazia com que o fluido do corpo da borboleta fosse para as suas asas de modo que ela estaria pronta para voar uma vez que estivesse livre do casulo.

Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos em nossa vida. Se Deus nos permitisse viver nossa vida sem quaisquer obstáculos nós não iríamos ser tão fortes como poderíamos ter sido. Nós nunca poderíamos voar. Ester passou momentos difíceis em sua vida, muitas lutas, cativeiro, mas cresceu nas adversidades e voou longe, se você esta passando momentos difíceis hoje, mantenha-se firme, no momento certo o casulo se romperá e você ira voar, rumo a tua vitória.

Dinâmica:
Coloque um chocolate numa caixa, com um bilhete: COMA O CHOCOLATE!. Embrulhe a caixa como se fosse um presente
Peça as mulheres que faça um circulo. segure a caixa e explique o seguinte: "Estão vendo esta caixa? Dentro dela existe uma ordem a ser cumprida. Vamos passar a caixa de mão em mão e quando a música parar aquela que ficar com a caixa terá que cumprir a tarefa sem reclamar, independente do que seja... ninguém vai poder ajudar, o desafio deve ser cumprido apenas por quem ficar com a caixa."
É importante assustar a turma para que eles sintam medo da caixa, dizendo que pode ser uma tarefa extremamente difícil ou vergonhosa.
Começa a brincadeira, com a música ligada, devem ir passando a caixa de um para o outro. Quando a musica for interrompida, pergunte para aquele que ficou com a caixa, se ele quer cumprir a terrível tarefa que esta na caixa ou quer passar a caixa novamente. Com certeza, ela irá passar novamente, então faça isso umas três vezes então a terceira terá que cumprir a tarefa... é importante que o coordenador faça comentários do tipo: Você está preparado? se não tiver coragem...
 

Depois de muito suspense quando finalmente ela abre a caixa encontra a gostosa surpresa. Então diga á elas: nem tudo que parece difícil ou assustador, é realmente o que parece ser. Quando passamos nossos momentos difíceis com Deus, sempre no final temos uma gostosa surpresa.

terça-feira, 27 de setembro de 2016


MÊS DA TRANSFORMAÇÃO

Objetivo: abandonar as coisas do passado que nos faziam sofrer, “eis que tudo se fez novo”(II Co 5:17), agora é tempo de voar. Outubro será um mês de incentivar as mulheres para que cada uma possa se valorizar e aprender a sair do casulo e aprender a voar.
Para abertura deste mês faça a “festa da borboleta”, decore a igreja com flores e muitas borboletas, faça convites com antecedência e incentive as mulheres a irem com acessórios de borboletas para concorrerem a brindes.

A LAGARTA E A BORBOLETA - UMA NOVA PROPOSTA DE VIDA

Um dos mais bonitos milagres que podemos testemunhar na natureza é a metamorfose, a mudança, a transformação de um ser em outro ser. Lembramos certamente da lagarta que “vira” borboleta.
Quando ocorre essa metamorfose, depois de um tempo no casulo, não apenas o seu aspecto muda. Também mudam seus hábitos e seu habitat.

Hábitos são as coisas que aquele ser fazia antes, se a lagarta um dia se arrastou pra chegar a algum lugar, agora, como borboleta ela voa, se ela comia alguns tipos de folhas, agora alimenta-se de pólen. É que a mudança fundamental que aconteceu nela (metamorfose) afetou também seu jeito de ser e mudou os lugares que ela freqüentava.

Esta transformação precisa acontecer conosco. A Bíblia afirma que “se alguém está em Cristo é nova criatura, as coisas velhas já se passaram, tudo se fez novo” (2Cor 5.17). Se você tornou-se uma nova criatura, precisa haver mudanças, por dentro e por fora, no modo de você tratar as pessoas, as companhias, o seu jeito de ver a vida, sua maneira de vestir, de falar...
 A lagarta é feia, repugnante, tem visão limitada, anda arrastando, é um bicho devorador de plantações e, algumas vezes, nocivo ao ser humano. Como consequência, é temida, desprezada, rejeitada e pisada pelas pessoas. A borboleta, embora não seja uma espécie diferente da lagarta, passou por uma transformação. Agora, ela é bonita, agradável, tem visão mais ampla e consegue voar. A borboleta é admirada, elogiada e sempre bem-vinda em nossos lares. Isto nos faz lembrar a mudança experimentada por Saulo de Tarso que passou de perseguidor cruel, a ser o grande Paulo, pregador do evangelho, com a mulher samaritana, que de mulher adultera passou a ser uma grande evangelizadora.
Com honestidade faça um auto-exame e pergunte-se: Será que eu estou de fato em processo de transformação? Ou será que eu me acomodei com o estilo de vida de lagarta? Seja qual for a sua resposta confie na misericórdia de Deus. Ele quer fazer a metamorfose completa na sua vida! DEUS QUER FAZER VOCÊ VOAR! É TEMPO DE TRANSFORMAÇÃO.


sábado, 18 de junho de 2016

O FORMIGUEIRO


O FORMIGUEIRO





Neste mês postarei um trabalho muito especial sobre 

A união e o trabalho

e usaremos o exemplo das formigas

Comece o mês com uma bela festa “O FORMIGUEIRO”. Decore a igreja com desenhos de balas gigantes, pirulitos, formigas (a cima, fotos da nossa festa e convite), faça convite e distribua com antecedência. Convide alguém bem animado para fazer louvor, faça uma mesa bem bonita cheia de doces que poderá ser arrecadados entre as irmãs. Convide crianças para fazer uma dança, e faça o desfile das formigas, cada mãe trará sua filha fantasiada de formiga, elas desfilarão e a mais bela será a MIS FORMIGA, a criança poderá ganhar uma faixa e como brinde, uma cesta de doces. Incentive as mães a convidar às tias, as dindas, as vós, as vizinhas para formarem a torcida, isto dará pontos a candidata, assim muitas mulheres novas virão ao seu grupo.

1ª semana: trabalhando por nossa vida espiritual


“As formigas são um povo impotente; todavia, no verão preparam a sua comida;”. (PV 30: 25)As formigas não esperam o inverno chegar, trabalham de sol a sol no verão para armazenar alimento em um depósito, que vai supri-las durante o longo período de inverno. Elas carregam pedaços de folhas tão pesados, que às vezes é muito superior a sua própria força. As formigas nos ensinam a ser persistente e nunca desistir de nossos objetivos, embora os problemas pareçam ser maiores que a nossa própria força. Talvez você esteja enfrentando problemas que você olha e diz: “Eu não vou conseguir” seja na família, no trabalho, no casamento, não desista! Seja persistente e creia que você vai chegar ao seu objetivo final. “Se te mostrares frouxo no dia da angústia, a tua força será pequena”. Pv 24:10. Deus não desamparou você ele estará contigo para te dar a vitória. “Não te deixarei, nem desampararei”.
A preguiça não faz parte da vida das formigas. As sagradas escrituras nos advertem: “Vai ter com a formiga, ó preguiçoso: olha para os seus caminhos e sê sábio. A qual, não tendo superior, nem oficial, nem dominador, prepara no verão o seu pão; na sega ajunta o seu mantimento. Pedro nos orienta a sermos despenseiros (IPe 4:10) Despenseiro é alguém que cuida da despensa, ou seja, do local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos. Quando chegam visitas em nossa casa e nossa dispensa está cheia, ficamos tranqüilas, pois sabemos que temos alimentos suficientes para alimentá-los. Nossa vida espiritual é uma despensa, a qual precisa estar sempre cheia, pois quando chegar os problemas, dificuldades as luta, estaremos seguros e teremos alimentos espirituais suficientes para ajudar os famintos espirituais. Temos que agir como as formigas, trabalhar o quanto antes para encher o nosso deposito (reserva) que nos suprirá durante o período mal das nossas vidas, através da oração, leitura da bíblia, jejum e etc. Portanto não permita que a preguiça te domine, trabalhe com afinco, não espere o pior acontecer em sua vida para você acordar. Foi o que Jesus fez antes do dia mal chegar a sua vida, pois diz às escrituras que ele foi para o jardim do getsêmani orar, se abastecer, se prepara, pois seriam horas e mais horas de angustia. Que nossa alegria seja a de diariamente trabalhar: no inverno, ou verão como forma de nos mantermos alimentados com a Palavra de Deus, haja o que houver.


DINÂMICA: ABSORVENDO A PALAVRA E A UNÇÃO


Material:  um pedaço de isopor, um giz, uma esponja, uma vasilha transparente com água.


Desenvolvimento: Primeiro mostre a vasilha com água e explique que a água é a Palavra de Deus e simboliza a unção do espírito santo, e que os objetos somos nós. mostre o pedaço de isopor a elas e pergunte o que acontecerá se mergulhá-lo na água? Mergulhe e responda: não afundou e não absorveu a águaFaça o mesmo com o giz, e responda: absorveu a água e não ficou pingando água.Faça então com a esponja e responda: absorveu a água e ficou derramando.


Então refletimos:
- Como a Palavra e a unção de Deus têm agido na minha vida? - Eu estou agindo como o isopor que não absorve nada e também não afunda ou aprofunda? - Ou estou agindo como o giz que guarda/absorve a água para si sem partilhar com ninguém? - Ou agimos como a esponja absorvendo bem a água e mesmo que seja espremida continua com água?



quarta-feira, 1 de junho de 2016


               Duas portas - Dois caminhos



Dinâmica: 


 De aos participante um copo descartável, um cd usado e alguns grãos de feijão. Peça que eles coloquem o copo no chão próximo aos pés, e como cd tampe o copo. Quando você der a ordem  deverão em pé lançar o grão de feijão dentro do buraco do cd. É difícil, mas alguns consegue.


Moral:  o copo simboliza o reino de Deus, o cd simboliza a porta estreita e o feijão as pessoas.

PERGUNTE: QUEM QUER IR PARA O CÉU?
Muitos querem entrar no reino dos céus, mas não querem fazer renuncias, liberar perdão, concertar algumas áreas necessárias, mas são essas atitudes que nos permitem passar a porta.

Ministração   (Mateus 7: 13,14)
- A vida é cheia de momentos de escolhas. Até certo ponto da vida, a escolha é feita por nossos pais. As escolhas espirituais, ninguém pode fazer por nós, nem mesmo nossos pais.
- Aqui, Jesus faz uma advertência contra o caminho fácil, contra os atalhos na vida.
- Existem duas portas. Aporta é um símbolo de entrada, de acesso, de oportunidade.

1 – A porta larga.
- Nela tudo cabe.
- É a coisa mais fácil entrar por esta porta, não precisamos fazer nenhum esforço.

2 – A porta estreita.
- É preciso deixar muita coisa para trás para poder entrar por ela.

O texto também fala de dois caminhos.
 A palavra caminho é sinônimo de estilo de vida ou do modo como uma pessoa vive. 
1 – O caminho espaçoso e confortável.
- Caminho das facilidades, onde o homem dá lugar aos seus desejos impuros e imorais. O caminho espaçoso leva a destruição, desperdício, perda de tudo que é valioso e especial para nossa existência (família, saúde, amigos…), destruição nos fala de limitações, confinamento, uma prisão fria e solitária. O caminho estreito apesar de sacrifícios nos leva a desfrutar das mais ricas bênçãos, e o melhor de tudo… a presença e o cuidado do Senhor em todos os momentos

2 – O caminho estreito e apertado.
- É difícil de caminhar por ele.
- É o caminho da renúncia, onde precisamos abrir mão de muitos prazeres, é o caminho da cruz, do arrependimento, a fé, santidade, dos valores sagrados.
O caminho espaçoso é o que nos leva a perdição é muito fácil e gostoso de se passar. Tudo vem com uma facilidade sem precisar nos esforçarmos, ainda mais se são coisas erradas. Por sua vez, o caminho da salvação se torna mais tortuoso, não porque Deus quer que haja sofrimento, mas porque nosso inimigo vai colocar vários obstáculos, ele tentara de toda a maneira nos derrubar para nos tirar desse caminho, e nós, precisamos nos esforçar, ter fé e coragem e a certeza que se decidirmos continuar, nosso Pai nos livrara de todas as emboscadas.
 “Vejam que hoje ponho diante de vocês vida e prosperidade, ou morte e destruição”Dt 30:15.



quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016




                             Dinâmica

                 

                             TIRANDO AS VENDAS


Distribua uma folha de ofício e uma caneta para cada participante.
Peça á eles que fechem os olhos e não abram mais, então os ordene que com os olhos fechados desenhe uma casinha. Dê uma segunda ordem: ainda sem abrir os olhos desenhe a porta da casa, após desenhe a janela, ao lado da casa desenhe uma árvore, desenhe um sol, as nuvens, e um cachorro. A cada ordem dada é importante dar um tempinho para o desenho ser realizado, e sempre lembrando que após começar a dinâmica não poderão abrir os olhos.
Quando todo o desenho for concluído, peça para que os participantes abram os olhos e vejam o resultado de seus desenhos. Será um riso só pois estará tudo fora do lugar.Então você pergunta assim: Qual será o motivo do desenho ter saído todo desorganizado, por que será que deu errado?Com certeza eles dirão: porque desenhamos com os olhos fechados
Moral da dinâmica:Agora quero que você pense quais as áreas de sua vida que está desorganizada? Área financeira? Familiar? Conjugal?Tem áreas de nossa vida que parece impossível de organizá-la, por mais que nos esforcemos, não conseguimos ver uma solução.São áreas cegas de nossa vida, que por algum motivo no mundo espiritual nos foi colocado uma venda em nossos olhos e não conseguimos ver um direcionamento que nos leve a um resultado eficaz. Então precisamos pedir ao Senhor que Abra os nossos olhos, para que possamos ver o que é necessário fazermos para colocarmos tudo em seu devido lugar. 

quarta-feira, 14 de outubro de 2015


CULTO AMARELO


vamos conduzir as mulheres a terem uma vida cheia do espírito santo, e para abrir este mês realizaremos o “CULTO AMARELO”. O amarelo é a cor simbólica que representa o poder do espírito santo. Vamos fazer convites com antecedência, mas não comente o que vai ser realizado, mulheres gostam de surpresas, decore a igreja de amarelo, e incentive as mulheres a irem com um peça vestuário ou acessório amarelo. Cante canções que exalte o espírito santo.

Dinâmica:

Sentindo o Espírito Santo

Inicie a dinâmica mostrando  um grande cacho de uva, de preferência aquela grande, chamada uva Itália.  Perguntar as mulheres como elas acham que esta o sabor destas uvas.
Obviamente elas falarão  que esta doce, que esta azeda, que esta suculenta etc.
Após todas terem respondido, entrega uma uva para cada uma comer. Então você  deve repetir a pergunta (como esta o sabor desta uva?).  Todas após provar dirão se realmente estavam certas.

Mensagem: Só saberemos o sabor do Espírito Santo se provarmos e deixarmos agir em nós.


Pregue sobre o espírito santo

Uma vida cheia do Espírito Santo faz real diferença neste mundo! Há um mandamento básico para os filhos de Deus: "Enchei-vos do Espírito Santo". (Efésios 5.18). E isto é para nossos dias atuais.
Os discípulos de Jesus foram transformados em homens ousados e provaram do poder de Deus após o batismo no Espírito Santo. Apesar dos discípulos andarem com Jesus, eles tinham suas fraquezas, inseguranças de que falharam muitas vezes com Jesus. Vamos ver algumas dessas falhas:

- Havia competição entre eles (Mateus 9.46 ao 48)
- Quandos desafiados a orar, dormiam (Mateus 26. 38-40)
- Falta de discernimento (Mateus 26.20-23)
- Na prisão de Jesus se esconderam (Lucas 22.54)
- Pedro prometeu seguí-lo, mas o negou (Lucas 22.30-34-56-60)
- Não procuraram resgatar o corpo de Jesus, o que fez José de Arimatéia (Lucas 22.52-53)

Mas após a Ressurreição  de Jesus, conforme Deus havia prometido, derramou o Espírito Santo. (João 14.16-17; Atos 1.5 e 8)

O batismo ocorrido mudou a vida daqueles discípulos (Atos 2.4). Suas vidas foram transformadas e tornaram-se ousados para pregar o evangelho, e cheios de poder e autoridade para curar, libertar os cativos e ainda cheios do amor de Deus para servir e abençoar.

Podemos ver isto em toda vida dos apóstolos, como exemplo:
- A intrepidez na pregação de Pedro onde mais de três mil pessoas foram alcançadas
- A cura de coxo por Pedro e João (Atos 3.2-10)

O batismo no Espírito Santo é também para nós. É para os dias atuais. (Atos 2.39)
Devemos com diligência e perseverança buscar uma vida cheia do  Espírito Santo. A mesma ousadia, poder, autoridade e amor virá para nossas vidas e seremos instrumentos úteis nas mãos do Senhor. Certamente como aconteceu com os discípulos, a ação do Espírito Santo em nossas vidas vai ocasionar milagres em nossa família, Igreja, bairro e nação.
Certamente as pessoas dirão ao nosso respeito o mesmo que disseram sobre Paulo e Silas: "aqueles que tem transtornado o mundo chegaram até aqui" (Atos 17.6b).
Nós podemos pelo poder do Espírito Santo ser instrumento para a expansão e edificação do Reino de Deus, pois isto Ele espera de nós. Por isto nos encoraja sempre: "Enchei-vos do Espírito Santo".


Sugestão para um lanche: 

tudo que for amarelo, quindim, suco de laranja, chips, bolo de milho ....



sexta-feira, 11 de setembro de 2015


JESUS O ÚNICO CAMINHO

Material:  muitas chaves e um cadeado com sua chave.

Desenvolvimento: O líder entregará uma chave para cada pessoas, mostre o cadeado e peça para que cada um tentar abrir o cadeado, (a chave certa fica com você) é claro que não conseguirão. Após todos tentarem, pegue a chave correta e abra o cadeado.


Moral: Jesus é o único caminho, não adianta escolhermos outros caminhos para chegar ao Pai, devemos escolher Jesus, e Ele quem abre as portas do céu.