Real Time Web Analytics

sábado, 18 de junho de 2016

O FORMIGUEIRO


O FORMIGUEIRO





Neste mês postarei um trabalho muito especial sobre 

A união e o trabalho

e usaremos o exemplo das formigas

Comece o mês com uma bela festa “O FORMIGUEIRO”. Decore a igreja com desenhos de balas gigantes, pirulitos, formigas (a cima, fotos da nossa festa e convite), faça convite e distribua com antecedência. Convide alguém bem animado para fazer louvor, faça uma mesa bem bonita cheia de doces que poderá ser arrecadados entre as irmãs. Convide crianças para fazer uma dança, e faça o desfile das formigas, cada mãe trará sua filha fantasiada de formiga, elas desfilarão e a mais bela será a MIS FORMIGA, a criança poderá ganhar uma faixa e como brinde, uma cesta de doces. Incentive as mães a convidar às tias, as dindas, as vós, as vizinhas para formarem a torcida, isto dará pontos a candidata, assim muitas mulheres novas virão ao seu grupo.

1ª semana: trabalhando por nossa vida espiritual


“As formigas são um povo impotente; todavia, no verão preparam a sua comida;”. (PV 30: 25)As formigas não esperam o inverno chegar, trabalham de sol a sol no verão para armazenar alimento em um depósito, que vai supri-las durante o longo período de inverno. Elas carregam pedaços de folhas tão pesados, que às vezes é muito superior a sua própria força. As formigas nos ensinam a ser persistente e nunca desistir de nossos objetivos, embora os problemas pareçam ser maiores que a nossa própria força. Talvez você esteja enfrentando problemas que você olha e diz: “Eu não vou conseguir” seja na família, no trabalho, no casamento, não desista! Seja persistente e creia que você vai chegar ao seu objetivo final. “Se te mostrares frouxo no dia da angústia, a tua força será pequena”. Pv 24:10. Deus não desamparou você ele estará contigo para te dar a vitória. “Não te deixarei, nem desampararei”.
A preguiça não faz parte da vida das formigas. As sagradas escrituras nos advertem: “Vai ter com a formiga, ó preguiçoso: olha para os seus caminhos e sê sábio. A qual, não tendo superior, nem oficial, nem dominador, prepara no verão o seu pão; na sega ajunta o seu mantimento. Pedro nos orienta a sermos despenseiros (IPe 4:10) Despenseiro é alguém que cuida da despensa, ou seja, do local da casa onde se guarda os alimentos e os outros mantimentos. Quando chegam visitas em nossa casa e nossa dispensa está cheia, ficamos tranqüilas, pois sabemos que temos alimentos suficientes para alimentá-los. Nossa vida espiritual é uma despensa, a qual precisa estar sempre cheia, pois quando chegar os problemas, dificuldades as luta, estaremos seguros e teremos alimentos espirituais suficientes para ajudar os famintos espirituais. Temos que agir como as formigas, trabalhar o quanto antes para encher o nosso deposito (reserva) que nos suprirá durante o período mal das nossas vidas, através da oração, leitura da bíblia, jejum e etc. Portanto não permita que a preguiça te domine, trabalhe com afinco, não espere o pior acontecer em sua vida para você acordar. Foi o que Jesus fez antes do dia mal chegar a sua vida, pois diz às escrituras que ele foi para o jardim do getsêmani orar, se abastecer, se prepara, pois seriam horas e mais horas de angustia. Que nossa alegria seja a de diariamente trabalhar: no inverno, ou verão como forma de nos mantermos alimentados com a Palavra de Deus, haja o que houver.


DINÂMICA: ABSORVENDO A PALAVRA E A UNÇÃO


Material:  um pedaço de isopor, um giz, uma esponja, uma vasilha transparente com água.


Desenvolvimento: Primeiro mostre a vasilha com água e explique que a água é a Palavra de Deus e simboliza a unção do espírito santo, e que os objetos somos nós. mostre o pedaço de isopor a elas e pergunte o que acontecerá se mergulhá-lo na água? Mergulhe e responda: não afundou e não absorveu a águaFaça o mesmo com o giz, e responda: absorveu a água e não ficou pingando água.Faça então com a esponja e responda: absorveu a água e ficou derramando.


Então refletimos:
- Como a Palavra e a unção de Deus têm agido na minha vida? - Eu estou agindo como o isopor que não absorve nada e também não afunda ou aprofunda? - Ou estou agindo como o giz que guarda/absorve a água para si sem partilhar com ninguém? - Ou agimos como a esponja absorvendo bem a água e mesmo que seja espremida continua com água?



Nenhum comentário:

Postar um comentário