Real Time Web Analytics

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Mês da transformação


Um dia, em uma árvore havia um casulo. Um homem sentou e observou que naquele casulo havia  uma borboleta que por várias horas se esforçava para fazer com que seu corpo passasse através daquele pequeno buraco.
   Em certo momento pareceu que ela parou de fazer qualquer progresso. Parecia que ela tinha ido o mais longe que podia, e não conseguia ir mais além. Então o homem decidiu ajudar a borboleta, ele pegou uma tesoura e cortou o restante do casulo. A borboleta então saiu facilmente. Mas seu corpo estava murcho e era pequeno e tinha as asas amassadas.
   O homem continuou a observar a borboleta porque ele esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e esticassem para serem capazes de suportar o corpo. Nada aconteceu. Na verdade, a borboleta passou o resto da sua vida rastejando com um corpo murcho e asas encolhidas. Ela nunca foi capaz de voar. O que o homem, em sua gentileza e vontade de ajudar, não compreendia era que o casulo apertado e o esforço necessário à borboleta para passar através da pequena abertura era o modo com que Deus fazia com que o fluido do corpo da borboleta fosse para as suas asas de modo que ela estaria pronta para voar uma vez que estivesse livre do casulo.

Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos em nossa vida. Se Deus nos permitisse viver nossa vida sem quaisquer obstáculos nós não iríamos ser tão fortes como poderíamos ter sido. Nós nunca poderíamos voar. Ester passou momentos difíceis em sua vida, muitas lutas, cativeiro, mas cresceu nas adversidades e voou longe, se você esta passando momentos difíceis hoje, mantenha-se firme, no momento certo o casulo se romperá e você ira voar, rumo a tua vitória.

Dinâmica:
Coloque um chocolate numa caixa, com um bilhete: COMA O CHOCOLATE!. Embrulhe a caixa como se fosse um presente
Peça as mulheres que faça um circulo. segure a caixa e explique o seguinte: "Estão vendo esta caixa? Dentro dela existe uma ordem a ser cumprida. Vamos passar a caixa de mão em mão e quando a música parar aquela que ficar com a caixa terá que cumprir a tarefa sem reclamar, independente do que seja... ninguém vai poder ajudar, o desafio deve ser cumprido apenas por quem ficar com a caixa."
É importante assustar a turma para que eles sintam medo da caixa, dizendo que pode ser uma tarefa extremamente difícil ou vergonhosa.
Começa a brincadeira, com a música ligada, devem ir passando a caixa de um para o outro. Quando a musica for interrompida, pergunte para aquele que ficou com a caixa, se ele quer cumprir a terrível tarefa que esta na caixa ou quer passar a caixa novamente. Com certeza, ela irá passar novamente, então faça isso umas três vezes então a terceira terá que cumprir a tarefa... é importante que o coordenador faça comentários do tipo: Você está preparado? se não tiver coragem...
 

Depois de muito suspense quando finalmente ela abre a caixa encontra a gostosa surpresa. Então diga á elas: nem tudo que parece difícil ou assustador, é realmente o que parece ser. Quando passamos nossos momentos difíceis com Deus, sempre no final temos uma gostosa surpresa.

Um comentário:

  1. GOSTEI DA DINAMICA VOU FAZER NO GRUPO DE MULHERES DA MINHA IGREJA

    ResponderExcluir